Aguarde, carregando...

DEPOIS DE 5 DIAS, INCÊNDIO FLORESTAL É DEBELADO EM TALISMÃ

Dia 14/09/2021

Um incêndio florestal que teve inicio na última terça feira (07), por volta de 16 horas, provocado por falta de manutenção da rede elétrica foi debelado por brigadistas e parceiros em Talismã. Trabalharam na ação: Brigada Tamboril, Brigada Anjos da Selva, Brigada Guarani, equipe da Fazenda Juriti e da Fazenda Santa Barbara, as quais concluíram os trabalhos na tarde da ultima sexta-feira (10), por volta das 18h00, mas o rescaldo seguiu até as 16 horas deste sábado (11).
O acionamento se deu por meio da Fazenda Tamboril Agronegócios LTDA, a qual solicitou apoio no combate. Imediatamente a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Defesa Civil se deslocou até o local da ocorrência, e ao perceber a magnitude do incêndio, mobilizou as propriedades do entorno, as quais ofereceram maquinas, equipamentos e pessoal, que se formou uma Força Tarefa, com um único objetivo, combater o fogo.
Valendo ressaltar que a TV Anhanguera, G, Jornal Bom Dia Brasil, Defesa Civil Estadual, Defesa Civil Nacional e outras instituições acompanharam o passo a passo do combate e rescaldo.
CRONOGRAMA DE COMBATE E RESCALDO.
07/09/2021, por volta das 16:00 horas, quando o incêndio teve inicio a Brigada Tamboril, esteve no local e fez o combate para que o fogo não atingisse a palhada de soja, e o perímetro foi aceirado, mas o fogo no interior da Área de Preservação Permanente continuou ativo.
08/09/2021, por volta de 07:30 horas, o Coordenador Administrativo da Tamboril Agronegócio LTDA, Arthur Rodrigues Rocha, esteve na Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Defesa Civil, solicitando a Brigada Anjos da Selva equipamentos de combate manual para conter o incêndio que avançava pela área de floresta.
08:16 horas, A Secretaria Municipal de Meio Ambiente Defesa Civil chega ao local do inicio do incêndio e percorre a área, onde parte da Brigada Tamboril estava finalizando uma cabeça do fogo, na seqüência foram mapeados os pontos críticos.
08:36 horas, as equipes foram divididas uma parte ficou na responsabilidade de Arthur Rodrigues Rocha, que assumiu os aceiros, combate manual e mecanizado, e a outra parte ficou na responsabilidade de João Carlos Lopes, que posicionou a equipe em um ponto estratégico.
09:10 horas, João Carlos, designa o caminhão pipa para fazer um combate em uma das laterais da APP em chamas, enquanto do outro lado seguia a outra equipe.
09:36, João Carlos, percebe uma fumaça densa em uma área que já havia sido combatido, imediatamente deslocou com o caminhão pipa para a região, ao chegar o fogo havia tomado uma proporção capaz de colocar em risco a vida dos brigadistas e a destruição do caminhão, então... Foi dada a ordem de evacuação da área que imediatamente as chamas saltaram o aceiro e ganharam velocidade e seguia pela área de descanso da lavoura.
09:44 horas, A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Defesa Civil, declara o fogo fora de controle, e determina o afastamento da equipe de combate nesta região que em segundos saltou a estrada vicinal e atingiu a Fazenda Santa Barbara que tinha centenas de animais na área afetada e que os funcionários que estavam acompanhando a evolução do incêndio e imediatamente fez a abertura de cerca para o gado fugir das chamas.
09:50 horas, Arthur Rodrigues, determina o retorno da equipe de combate sobre sua responsabilidade a área de palhada de soja que já estava em chamas e imediatamente a equipe deslocou e fez o combate. na seqüência foi dada a ordem para refazer os aceiros e a primeira picada de emergência dentro de uma área de APP, construindo uma alça circular para o combate, o que determinou o controle do fogo naquele ponto.
10:43, A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Defesa Civil iniciou a mobilização dos vizinhos, A Fazenda Juriti, foi acionada e solicitada para prestar apoio com maquinas, equipamento e pessoal. Os quais foram enviados imediatamente e distribuídos em pontos estratégicos num percurso de 1,1km, para fazer a contenção das chamas e fazer o rescaldo. O Coordenador de Unidade, Jânio Paulo de Lima disponibilizou e coordenou a sua equipe composta por 04 operadores que operaram 02 tratores tanques e 02 tratores com lamina e uma Pik Up Amaroque servia de apoio. Valendo ressaltar que o combate e rescaldo desta região foi determinante para que o fogo não entrasse na sede da Tamboril, na Fazenda Santa Helena, Fazenda Juriti e ainda atingir totalmente a Fazenda Santa Barbara.
10:46, A Fazenda Agropecuária Guarani, foi acionada e enviou imediatamente uma equipe e o caminhão pipa e fez a contenção e rescaldo da lateral deste ponto do incêndio com a TO 296, salvando uma considerável área de pastagens da Fazenda Santa Barbara. Enquanto a Brigada Tamboril fazia os aceiros com uso de trator com grade e uma Pá Carregadeira, o caminhão fazia o combate as chamas.
12:17 horas, a Fazenda São Vicente foi acionada e imediatamente o representante legal Adejan Mota de Oliveira,foi ao local, mas não ingressou na Força Tarefa no primeiro momento.
12:43 horas, parte da Força Tarefa, faz uma pausa para o almoço, enquanto a outra permanecia no combate as chamas que seguiam sem controle Lesta - Oeste destruindo tudo que estava em seu trajeto, cerca, animais selvagens e floresta.
13:13, João Carlos e Arthur Rodrigues, esperavam a conclusão de uma área de aceiro, situada na lateral direita da Fazenda Santa Barbara, neste momento o proprietário da propriedade atingida chegou e questionou sobre o trabalho da Brigada Anjos da Selva, a qual estava aguardando o chamado da Fazenda Tamboril e de plantão para fazer o combate noturno. O Coordenador de estradas vicinais Weberson Rodrigues Rocha, esteve no local e acompanhou parte do combate.
13:26, o Fogo na região Leste estava controlado, bem como no entorno da Sede da Fazenda Tamboril.
17:00 horas, a Brigada Anjos da Selva, foi solicitada pela Fazenda Tamboril Agronegócios LTDA. Enquanto as demais equipes deixavam a área.
17:30, A última equipe de combate deixa a área e a Brigada Anjos da Selva, assume o turno noturno e segue o trabalho pela lateral esquerda, pegando do ponto combatido pela Equipe da Fazenda Juriti, seguindo pela mata e na margem do Córrego Pindobeira, acompanhando a linha do fogo passando pela remanga de manutenção do gado e chegando a mata na área Leste. Valendo ressaltar que nas proximidades deste curral, as chamas já estava combatidas e a Brigada Anjos da Selva realizou o rescaldo e quando chegou na mata ciliar do Rio Cana Brava, a densidade da vegetação impediu o combate manual e dependia da abertura de outra picada de emergência.
09/09/2021, as 08:00 horas, a Brigada Anjos da Selva, chega para fazer o rescaldo na área combatida durante a noite e ao chegar a Brigada Tamboril já estava atuando na construção de aceiro e abertura da segunda picada de emergência para evitar a chega do fogo as margens da TO 296. As chamas seguia sentido ao Rio Cana Brava. Durante o dia uma equipe fazia o controle pala linha direita seguindo rio acima, e a outra concentrou no rescaldo.
10:28 horas o Prefeito Diogo Borges de Araujo Costa e o Diretor de Vigilância Sanitária Ciçaro, juntamente com o Secretario Municipal de Meio Ambiente e Defesa Civil, João Carlos Lopes, percorreu parte da área devastada e foram visitar o local de onde partiu o incêndio. Também gravaram um vídeo no local mais atingido.
16:00 horas, as equipes se juntam para a construção da terceira picada de emergência, ligando a área de pastagens destruída pelo fogo ao leito do Rio Canabrava numa extensão de 460 metros, uma área intransponível sem o uso de maquina pesada, então era usada uma Pá Carregadeira, acompanhada por 02 tratores com lâmina, 01 trator pipa, e um caminhão pipa, 03 brigadistas da Brigada Anjos da Selva com equipamentos de combate manual (soprador), e 10 pessoas envolvendo lideres de equipes, 05 brigadistas e operadores da Brigada Tamboril, proprietário da fazenda atingida e funcionários. As 18:30, as equipes conclui o trabalho e suspende a missão. dos cinco pontos mapeados três, ficaram resolvidos.
10/09/2021 - as 08:00 horas a equipe de rescaldo e supervisão, combateram dois focos ativos ate as 11:00 horas, ao retornar do almoço perceberam a gravidade de um ponto em chamas que poderia atravessar o Rio Canabrava e chegar ate a cidade de Talismã se não fosse combatido com emergência.
14:39 horas as equipes se juntam para combater o ultimo dos três pontos que não deram tempo de ser combatido no dia anterior.
17:32 horas, as equipes de combate foram desmobilizadas e uma equipe foi designada a fazer o rescaldo ate a extinção do incêndio.
11/09/2021, as 09:56, a equipe de supervisão e rescaldo inicia os trabalhos percorrendo os pontos mapeados. as 17:54 horas a equipe faz o ultimo resfriamento de pontos fumegantes.
12/09/2021- as 09:00 horas a equipe de revisão e rescaldo retorna a uma arvore de grande porte que havia caído no dia anterior durante a ultima ação do dia, assim fazendo o resfriamento. no segundo ponto que fumegava ao lado da picada de emergência, também foi resfriado.
14:41 a equipe de rescaldo e supervisão declara fim dos trabalhos e deixa a região atingida.
15:30 horas uma fina chuva chega a região e a cidade de Talismã, finalizando de vez os pontos isolados de queima dentro da área atingida!
Foram empregados:
02 caminhões pipas;
03 tratores pipas;
03 tratores com laminas;
01 pá carregadeira;
03 tratores com grades;
05 pessoas da Fazenda Juriti;
06 Funcionários da Fazenda Agropecuária Guarani LTDA;
06 funcionários da Fazenda Santa Barbara;
06 Brigadistas da Brigada Anjos da Selva;
14 Funcionários da Fazenda Tamboril Agronegócios LTDA (incluindo 06 brigadistas da Brigada Tamboril).

DEPOIS DE 5 DIAS, INCÊNDIO FLORESTAL É DEBELADO EM TALISMÃDEPOIS DE 5 DIAS, INCÊNDIO FLORESTAL É DEBELADO EM TALISMÃDEPOIS DE 5 DIAS, INCÊNDIO FLORESTAL É DEBELADO EM TALISMÃDEPOIS DE 5 DIAS, INCÊNDIO FLORESTAL É DEBELADO EM TALISMÃDEPOIS DE 5 DIAS, INCÊNDIO FLORESTAL É DEBELADO EM TALISMÃDEPOIS DE 5 DIAS, INCÊNDIO FLORESTAL É DEBELADO EM TALISMÃDEPOIS DE 5 DIAS, INCÊNDIO FLORESTAL É DEBELADO EM TALISMÃ